Crianças sem brinquedos

Todos os brinquedos foram substituídos por objetos corriqueiros: panelas, colheres de pau, latas, caixas de papelão. Este foi um experimento realizado no mes de março pelo berçário Illminster, na cidade de Bristol, Sudoeste da Inglaterra. Sucesso absoluto. Com o início do ano escolar por aqui, uma sala de aula (hmmmm) tem, agora, permanentemente o status de toy free zone.

Quem nunca viu – ou pelo menos ouviu falar de – uma criança preferindo brincar com o papel de embrulho do que com o presente em si. A caixa vira uma nave espacial, um barco ou até um carro; um prato servindo de volante. Uma longa colher pode servir de varinha mágica e, num passe de mágica, o menino vira um mago. E nos diverte de uma maneira saudosa e imaginativa.

“Estamos considerando nossos recursos, pensando melhor no que estamos comprando. Comprando menos”, explicou Matt Caldwell, diretor do berçário. Esta é a ideia #mudançaclimatica

3 Replies to “Crianças sem brinquedos”

  1. Maravilhoso poder pensar em consumir menos e, ao mesmo tempo, dar lugar ao Jogo Simbólico. É aí que surge a imaginação, o lúdico, a criação, a experimentação de papéis, a reprodução de situações… enfim, BRINCAR.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s