Mulheres. Só mulheres

Minha caixa de entrada nunca viu tanta mulher. Dezenas de emails. Tem Festival no Southbank; discussão no Kings Place; debates em Oxford, Festival de Filmes pela Cidade, Semana da Mulher em Comédia, promoções em spas, restaurantes, bares e até de striptease masculino. É preciso um esforçar sobre-humano pra se ficar de fora.

Da minha parte, resolvi so’ ler material escrito por mulheres, assistir comediantes femininas, ver videos de mulheres inspiradoras, procurar projetos apoiados por mulheres e para mulheres. Ouvir músicas compostas e cantadas por mulheres. Revirando prateleiras – tenho uma sessão dedicada apenas a nós mesmas – e relembrando tudo que sublinhei ou marquei com caneta amarela. Livros rabiscados. Dúzias de biografias de mulheres excepcionais. Olga, Simone de Beauvoir, Chiquinha Gonzaga, Virginia Wolf, Maya Angelou, Nina Simone, Marie Curie, Michelle Obama, Amelia Earhart, Agatha Christie, Anne Frank, Aretha Franklin. Audrey Hepburn, Bessie Smith, Billie Jean King, Catarina- A Grande,Cleopatra, Collette, Doris Lessing, Emmeline Pankhurst, Florence Nightingale, Frida Khalo, Gertrude Green, Gertrude Stein, Hedy Lamarr, iris Murdoch, Isadora Duncan, Jane Austen, Joan Baez, Madame de Pompadour, Mae West, Malala Yousafsai, Margaret Atwood, Maria Callas, Maria de Montessori, Marilyn Monroe, Mary Shelley, Mata Hari, Madre Theresa, Nadine Gordimer, Rosa Parks, Sarah Berndthard, Serena Williams, Simone Weil, Susan Sontag, Suzanne Valladon, Sylvia Plath, Toni Morrison…. Claro que esqueci de um montão. Este foi um exercício de google -pesquisa e curiosidade sem nenhuma pretensão de ser a lista definitiva de nada.

Mulheres Encantadoras, geniais, alteradas, empilhadas, estranguladas, maquiadas, inspiradas, deslumbrantes, confusas, guerreiras, criativas, apaixonadas, esfaqueadas, educadoras, maternais, menstruadas, recatadas, revoltadas, ambiciosas, à beira de um ataque de nervos.

Espero me inspirar para escrever muito esta semana sobre todos estes tipos de mulheres. Agora, me deu vontade de postar um Ted Talk da Sarah Kay a mim apresentada era semana no meu curso de Escrita Criativa do Imperial College de Londres. Simplesmente Genial. Genialmente Simples. Esta norte americana de 31 anos é conhecida por sua poesia falada. Fundou o excepcional V O I C E, projeto que usa a palavra falada como ferramenta educacional e inspiradora.

One Reply to “Mulheres. Só mulheres”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s